6 dos melhores livros, como RUSSIAN DOLL

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Este post contém links afiliados. Quando você compra por meio desses links, o Book Riot pode ganhar uma comissão.

É difícil encontrar alguém que assistiu à primeira temporada de Russian Doll e não se surpreendeu com a trama magistral – e Natasha Lyonne. Lyonne, que estrela a série Netflix (e também ajudou a escrevê-la e dirigi-la), interpreta Nadia Vulvokov, uma mulher que morre várias vezes apenas para reviver sua festa de 36 anos.

A capacidade de Lyonne de entregar frases de efeito surpreendentes é igualada apenas por sua incrível vulnerabilidade na tela. Mesmo quando o personagem está no seu pior, você torcerá para que ele saia do looping do tempo e construa uma vida melhor. Cada pequeno episódio revela outra camada para Vulvokov, um desenvolvedor de videogame com um problema de abuso de substâncias, até que fiquemos com seu verdadeiro eu – o coração da Boneca Russa.

Infelizmente, a 2ª temporada foi adiada devido à pandemia. Enquanto esperamos pelo retorno da série, aqui estão seis livros combinados com uma citação de Nadia Vulvokov para mantê-lo sonhando com este universo recorrente.

6 citações de bonecas russas combinadas com um livro

  1. “É a minha má atitude que me mantém jovem.”

Os romances de Patrick Melrose, de Edward St. Aubyn

Assim como Nadia, Patrick Melrose teve uma infância terrível e usava drogas para lidar com o trauma. Embora Melrose tenha crescido no luxo enquanto a mãe de Nadia vendia até mesmo seu dinheiro para a faculdade, a instabilidade, verbosidade, sagacidade e uso desenfreado de drogas de ambos os personagens combinam bem. Os cinco romances de Patrick Melrose levam você ao longo de uma vida complexa, comovente e terrivelmente ultrajante até que você fique com uma Melrose mais velha, talvez mais sábia, tentando recuperar algo daquela criança pequena que vemos no primeiro livro.

2 “Humanidade … um pouco superestimada, não?”

The Wall de Marlen Haushofer, traduzido por Shaun Whiteside

Uma enorme parede desce sobre a terra, e uma mulher de meia-idade sem nome é a única sobrevivente. (Pense em Stephen King em Under the Dome, e você entenderá a trama.) Ela mora com seu cachorro, alguns gatos e uma vaca em uma fazenda isolada e deve sobreviver de alguma forma, contando os fósforos que deixou na caixa. Tenho certeza que até mesmo Nadia estaria repensando sua aversão à humanidade neste momento, mas não nosso narrador. Se você achava que a quarentena era difícil, este livro o deixará questionando o propósito de outras pessoas. O que significa ser humano sem ninguém por perto?

3. “O universo está tentando foder comigo. E eu me recuso a participar. ”

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Stephen Florida por Gabe Habash

Stephen Florida é um estudante universitário de wrestling que acredita que a grandeza está ao seu alcance. Ele só tem que vencer seu último campeonato de luta livre e fazer tudo direito. Sempre tive, e continuo tendo, zero interesse em luta livre; ainda assim, adorei o livro. A Flórida tem uma voz tão única que será difícil tirá-lo da cabeça. Mas não se preocupe. Sua visão e determinação fazem dele um personagem com o qual você não se importará de passar mais tempo. É tentador fazer uma citação do livro aqui, mas este é o programa de Nadia, não de Stephen. Gabe Habash coloca frases tão lindas na boca da Flórida que até mesmo os escritores de Russian Doll ficariam impressionados.

4“Ser uma pessoa é a porra de um pesadelo.”

Mulher da loja de conveniência por Sayaka Murata, traduzido por Ginny Tapley Takemori

Keiko Furukura tem 36 anos e ainda trabalha em uma loja de conveniência japonesa. Não é considerado um trabalho respeitável e adulto, assim como trabalhar no McDonald’s pós-ensino médio é frequentemente (erroneamente) visto na América. Amigos e familiares pressionam Furukura para conseguir um novo emprego, mas ela adora e não entende por que tem que sair. Relacionamentos são difíceis para Furukura e namorar é um pesadelo (Alô? Nadia pode se relacionar), mas ela encontra sua própria maneira de navegar neste mundo para ter a vida que deseja.

5. “Ei, garçonete! Olá. Uh, mais bêbado, por favor. ”

The Tenant of Wildfell Hall, de Anne Brontë

Mesmo este romance gótico do século 19 pode relacionar. É um manifesto feminista, que pode não ser óbvio para o público moderno, mas chocante para a época. Na verdade, Charlotte Brontë, a mais famosa e (aparentemente) mais respeitável Brontë, tentou apagá-la da história, impedindo sua republicação na Inglaterra até 1854.

Hoje, o clássico está amplamente disponível, embora menos conhecido do que Jane Eyre de Charlotte. A personagem principal do livro, a Sra. Helen Graham, foge de seu marido bruto para Wildfell Hall, onde se sustenta pintando. O marido é um ator tão ruim que seus amigos que bebem se voltam contra ele no final, algo em que Nádia faria bem em prestar atenção.

6 “Quinta-feira. Que conceito. ”

A governanta e o professor de Yōko Ogawa, traduzido por Stephen Synder

Embora Nadia esteja preocupada em nunca ter a experiência de outra quinta-feira, os personagens principais deste romance têm um tipo diferente de problema de tempo. O professor, um gênio da matemática, sofreu um terrível acidente que o deixou com apenas 80 minutos de memória de curto prazo. Para ele, ainda é 1975. Quando sua cunhada contrata uma nova governanta com um filho de 10 anos, a dupla consegue romper a divisão de 80 minutos e formar uma verdadeira amizade com o professor. Mesmo que sua memória comece a piorar, é a primeira vez que o professor consegue se recuperar do acidente de forma significativa.

É quinta-feira, finalmente. Que conceito.


Procurando outro grande programa para combinar com um livro? Experimente as melhores citações do Fleabag combinadas com um livro.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *