7 dos melhores livros do verão de 2020 por mulheres na tradução

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

[ad_1]

O mês das Mulheres na Tradução acabou, mas a alegria de celebrar e ler as mulheres traduzidas não precisa. Com ótimos lançamentos de verão de 2020 como esses, você poderá estocar até o próximo ano.

Vernon Subutex 2 por Virginie Despentes, traduzido por Frank Wynne

Vernon Subutex 1 foi uma brincadeira de rock and roll selvagem e provocante em torno de Paris e seu povo e estou muito emocionado em ver esta próxima parte da trilogia da escritora e cineasta Virginie Despentes chegar aos Estados Unidos. Neste segundo romance, continuamos a seguir o ex-proprietário de uma loja de discos Vernon Subutex como toda Paris (ou assim parece) gira em torno dele, em busca de respostas que só ele pode fornecer. A sátira de Despentes – habilmente traduzida pelo grande Frank Wynne – é irônica se você está mordendo a bochecha com tanta força que ela sangra, ah, e com um cigarro jogado na boa medida.

O céu é azul com uma única nuvem por Kuniko Tsurita, traduzido por Ryan Holmberg

Drawn & Quarterly tem as mais fantásticas ofertas de literatura em tradução e por isso fiquei emocionado ao saber O céu é azul com uma única nuvem, a primeira coleção de histórias da “cartunista feminista visionária e iconoclasta” Kuniko Tsurita disponível em inglês. Tsurita foi a primeira e única colaboradora feminina regular do lendário alt-manga mensal Garo e esta coleção recupera sua importância histórica e literária. Eu particularmente adorei a peça de Gabrielle Bellot em O Atlantico sobre a coleção – em sua crítica crítica, Bellot discute as maneiras pelas quais Tsurita quebrou as normas de gênero e gênero em sua arte.

Capa de desastre turístico de Yun Ko-eun

O Turista do Desastre por Yun Ko-eun, traduzido por Lizzie Buehler

A Jungle é uma agência de viagens especializada em turismo de desastres e, como uma de suas principais funcionárias, Yona prepara pacotes de viagens para lugares destruídos por desastres que variam de tsunamis e terremotos a desastres nucleares e guerras. Isto é, até que ela tenta impedir que seu supervisor a assedie sexualmente e acaba com “férias” pagas para avaliar um pacote de férias mal avaliado e não lucrativo. O Turista do Desastre é um eco-thriller inteligente e sombrio e sátira da exploração – de pessoas, nações e do mundo natural – inerente ao turismo e à nossa sociedade em geral.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Os assustados por Dima Wannous, traduzido por Elisabeth Jaquette

A estreia de Dima Wannous na língua inglesa Os assustados é um romance assustador da Síria atual e do trauma coletivo, contado através de capítulos alternados do ponto de vista de Suleima, a protagonista do romance, e uma mulher em um manuscrito inacabado que parece assustadoramente semelhante. Eu recomendaria este romance psicológico radical e desorientador para os fãs do A fila por Basma Abdel Aziz, também traduzido por Elisabeth Jaquette, e Morte é trabalho duro por Khaled Khalifa, traduzido por Leri Price – especificamente se você estiver procurando por mais cenários de romances na Síria contemporânea. Este livro foi finalista do Prêmio Internacional de Ficção Árabe 2018.

Bezoar: e outras histórias inquietantes por Guadalupe Nettel, traduzido por Suzanne Jill Levine

Se você estava morrendo de vontade de mais Guadalupe Nettel depois de ler o afiado e impressionante Depois do inverno, traduzido por Rosalind Harvey, então você está com sorte. Na linha de Silvina Ocampo, Cristina Rivera Garza e Samanta Schweblin, cada história nesta coleção é belamente trabalhada e exclusivamente inquietante. As histórias são variadas – um fotógrafo médico está apaixonado pela pálpebra de uma jovem, um homem chega a uma nova compreensão do mundo natural e seu próprio casamento após conhecer um jardineiro, o odor de uma mulher em um lugar improvável leva um homem a pesquisar por ela – mas sinta-se conectado pela prosa elusiva de Nettel e sua natureza estranha, sensorial e obsessiva.

Estação Tokyo Ueno por Yu Miri, traduzido por Morgan Giles

Kazu é um fantasma que assombra o Parque Ueno – onde ele viveu anteriormente em uma de suas aldeias sem-teto até o momento de sua morte – mas quando você terminar este romance elusivo e devastador, Kazu começará a assombrar você também. Descrita como uma obra de “literatura pós-tsunami e um protesto contra as Olimpíadas de Tóquio em 2020” e um romance de nossos tempos por suas críticas contundentes aos sistemas imperialista e capitalista, Tóquio Estação Ueno atinge ainda mais na esteira da pandemia, uma vez que as populações vulneráveis ​​em todo o mundo têm sido afetadas de forma desproporcional e o abismo entre ricos e pobres cresce a taxas alarmantes.

Capa da Primeira Esposa do Barba Azul

Primeira esposa do Barba Azul por Ha Seong-nan, traduzido por Janet Hong

Neste seguimento tão esperado para Flores do Molde, Ha Seong-nan e a tradutora Janet Hong voltam com outra coleção enervante de histórias que se mostra ainda mais psicologicamente assustadora do que a primeira. É o assunto de Ha Seong-nan que surpreende, tudo parece tão normal, tão possível. Não há nenhuma casa mal-assombrada nas histórias de Ha Seong-nan – é sua própria casa, seu próprio vizinho, sua própria vida onde reside o horror de Ha Seong-nan. E o que poderia ser mais aterrorizante?


Procurando por novos lançamentos ainda mais incríveis? Confira o Indie Press Roundup: 10 ótimos lançamentos de verão, com mais recomendações do Women in Translation, como Arvoredo por Esther Kinsky, traduzido por Caroline Schmidt!

[ad_2]

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *