Livro grátis ensina a combater o caramujo gigante africano

Livro grátis ensina a combater o caramujo gigante africano
Alan Corrêa

A Rede Pró-Fauna do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) disponibiliza um PDF intitulado “Medidas de Controle Achatina fulica” com informações importantes para o combate da praga.

O caramujo gigante africano Achatina fulica é considerado uma das cem piores espécies invasoras do planeta, pois representa uma ameaça à saúde pública, aos ambientes naturais e à agricultura. Muitos pesquisadores vêm se dedicando em estudos com o objetivo de conhecer as características que definem a grande resistência da espécie e a sua relação de interação com o ambiente e com outros animais na tentativa de encontrar possíveis soluções para seu controle, manejo e erradicação nos locais onde se tornou invasor.

“Tendo em vista que A. fulica apresenta inimigos naturais, como patógenos, predadores e parasitas, o objetivo desta estratégia é direcionar a ação desses organismos contra a população do caramujo invasor e, conseqüentemente, controlar seu crescimento ou exterminá- lo”.

Caramujo-gigante-africano

O caramujo-gigante-africano (de nome científico Achatina fulica) é um molusco da classe Gastropoda, de concha cônica marrom ou mosqueada de tons claros. Nativo no leste-nordeste da África, foi introduzido no Brasil em 1988 visando ao cultivo e comercialização do escargot. O nome caramujo é incorreto, já que caramujos são moluscos de água doce e, como o Axatina fulica é um molusco terrestre pulmonado, o correto seria denominá-lo caracol-gigante-africano.

Presente em diversas partes do planeta, especialmente na África, o caracol Achatina fulica foi introduzido ilegalmente no Brasil inicialmente no estado do Paraná na década de 1980 como alternativa econômica ao escargot (Helix aspersa) em uma feira agropecuária.

A segunda introdução teria ocorrido no Porto de Santos por um servidor público em meados da década de 90, que montou um heliciário na Praia Grande, no qual promovia cursos de final de semana.O fracasso das tentativas de comercialização levou os criadores, por desinformação, a soltar os caracóis nas matas. Como se reproduz rapidamente e não possui predadores naturais no Brasil, tornou-se uma praga agrícola e pode ser encontrado em praticamente todo o país, inclusive nas regiões litorâneas.

Deixe seu comentário:

+ Downloads

Confira o Código Penal Brasileiro em PDF
Confira o Código Penal Brasileiro em PDF
Baixe o novo código civil em PDF
Baixe o novo código civil em PDF
Baixe grátis o livro em PDF sobre alimentação PANC
Baixe grátis o livro em PDF sobre alimentação PANC
Download grátis do Livro de colorir para imprimir
Download grátis do Livro de colorir para imprimir

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,