O choque das mídias sociais nos negócios 1

A era das mídias sociais mudou a forma como as empresas interagem com clientes e públicos. Os consumidores tornaram -se capacitados pra falar sobre este tema tuas experiências e avaliações. Como repercussão, o poder de fazer o reconhecimento da marca mudou das organizações para os compradores. Essa transparência faz com que as mensagens pareçam mais abertas e transparentes. As organizações necessitam considerar essas avaliações antes de apadrinhar essa nova tecnologia. Pra comprar mais dicas sobre isso como as redes sociais conseguem afetar as empresas, mantenha olhando. Listados abaixo estão alguns exemplos da forma como as instituições são capazes de usar as mídias sociais a seu favor.

Intervenção de dispositivos móveis nas mídias sociais

A influência dos dispositivos móveis nas mídias sociais não é nova. Durante anos, as mídias sociais eram principalmente pessoais, porém mais pessoas estão recorrendo a dispositivos móveis para acessar a Web. A geração do milênio é a mais provável de se envolver nas redes sociais e acabará por administrar a maioria das empresas. O grupo demográfico mais jovem está se envolvendo essencialmente nas mídias sociais em dispositivos móveis, e esses usuários têm uma vida inteira com um nanico mecanismo no bolso.

Os jovens são os usuários mais ávidos das mídias sociais, com dois em cada três adolescentes dos Estados unidos que possuem um iPhone. O domínio dos celulares entre os jovens tem decorrências pra suas vidas sociais e saúde mental. Ainda que as mídias sociais possam aumentar as amizades e diminuir os sentimentos de solidão, o emprego exagerado poderá ter efeitos negativos na auto-estima e pela felicidade geral com a existência. Os pesquisadores continuam estudando os efeitos dos celulares nos adolescentes. No entanto no tempo em que a procura atual é amplamente mista, a conclusão geral permanece consistente: os jovens estão sendo expostos a efeitos negativos dos celulares difíceis de quantificar.

Choque de notícias falsas nas redes sociais

As plataformas de rede social devem fazer transformações para combater a disseminação de notícias falsas. Os algoritmos atuais promovem “bolhas de filtro”, um procedimento pelo qual as pessoas só vêem o conteúdo que concorda com suas próprias avaliações. Este recurso tem que ser revertido pelo redesenho dos algoritmos para fornecer referências de notícias mais várias. Porém, essas mudanças podem retratar um risco pros modelos de negócios das plataformas, pois que teriam que proibir os usuários de postar ou falar sobre este tema tema oposto às suas próprias crenças. A pressão regulatória e uma voz forte do usuário assim como são necessárias para fazer mudanças reais.

Além da educação, as plataformas de mídia social devem capacitar os usuários a examinar a veracidade do tema e dos fatos antes de compartilhá -los. Infelizmente, vários usuários publicam informações sem interrogar a exatidão da fonte, que leva tempo que a maioria dos usuários não retém. Também, as pessoas não questionam sugestões que confirmam suas próprias crenças. Mesmo que o compartilhamento de notícias falsas não tenha efeitos negativos imediatos, isso talvez pode enfraquecer a importância de fontes de notícias confiáveis. O encontro das notícias falsas nas redes sociais tem implicações pra saúde da sociedade, bem como para relacionamentos individuais e profissionais.

Efeitos das redes sociais na saúde mental

Se bem que os efeitos das mídias sociais pela saúde mental não sejam totalmente compreendidos, alguns estudos sugerem que essa tecnologia pode ter outras implicações negativas para a saúde mental dos adolescentes. Os jovens que experimentam preocupação social ou depressão conseguem gastar mais tempo no telefone do que com seus amigos e familiares. Essa dependência poderá transportar à depressão, angústia e sentimentos de desesperança. Além do mais, os adolescentes que gastam quantidades excessivas de tempo nas mídias sociais conseguem se distrair da universidade ou de novas atividades.

Mesmo que o exercício da mídia social tenha sido associado à saúde mental negativa, bem como poderá ser um fator positivo. Apesar de possa conter os sentimentos de solidão e isolamento, não é um sucessor para a interação humana. É interessante lembrar que a interação humana ajuda a iniciar hormônios que possam aliviar o estresse e alavancar o humor positivo. Além do mais, as mídias sociais foram projetadas para aproximar as pessoas, entretanto muito disso poderá transportar à solidão e exacerbar os defeitos de saúde mental.

Impacto das redes sociais no comércio eletrônico

A mídia social é um enorme fenômeno que moldou nosso mundo. As pessoas estão mais conectadas do que nunca e o amplo volume de redes sociais impactou nossas vidas diárias. Da política ao comércio, isso está impactando nossas vidas de algumas formas. Vamos examinar alguns dos principais impactos das redes sociais no comércio eletrônico. Nesse lugar estão alguns exemplos do impacto afirmativo e negativo das mídias sociais no comércio eletrônico.

A rede social incentiva as pessoas a formar “amizades nas mídias sociais”, todavia esses relacionamentos são muito mais fracos que as amizades usuais. Os verdadeiros amigos se conhecem, interagem com periodicidade e têm um vínculo pessoal. Essa tendência está ocasionando o comércio eletrônico muito mais acessível do que costumava ser. Porém, o que isto significa para as organizações? Felizmente, não tem que ser desse jeito. Se você planeja usar as redes sociais para aumentar seus esforços de comércio eletrônico, é sério apreender como isso afetará seus negócios.